CONTATO: gomesaccioly@gmail.com - 68 99775176

segunda-feira, 31 de março de 2014

TARAUACÁ: MAIS UMA JOVEM É PRESA TENTANDO ENTRAR NO PRESÍDIO MOACIR PRADO COM DROGA NA VAGINA

Diane Pessoa tinha droga escondida na vagina
Uma jovem de apenas 18 anos foi presa na tarde do domingo (30), durante a a revista nas pessoas que fazem visitas aos detentos da Penitenciária “Moacir Prado” em Tarauacá. DIANE PESSOA BRASILIANA, tentava entrar no interior do presídio com 03 tabletes, 05 trouxinhas de maconha e 01 trouxinha de cocaína. A droga seria para seu companheiro que se encontra preso por trafico de droga.

Desconfiados por conta do nervosismo da garota, Agentes Penitenciários e pessoal do Serviço de Inteligência da Policia Militar perguntaram se ela estaria portando algo ilícito, como manda o procedimento. Com a negativa da jovem, a mesma foi encaminhada até a maternidade, onde o medico realizou o exame e encontrou a droga no interior da vagina, DIANE, Daiane Pessoa é moradora da Rua Joaquim Teixeira, Bairro da Praia, de imediato recebeu voz de prisão e foi encaminhada para a Delegacia de Policia.

Índios isolados ‘abandonados à própria sorte’, com a invasão de suas terras

Índios isolados no Brasil perto do grupo recém-fotografado (2008)
© © Gleison Miranda/FUNAI

Survival International alertou hoje que os índios isolados da Amazônia recentemente fotografados do ar foram abandonados à própria sorte depois que narcotraficantes e madeireiros ilegais invadiram uma base de proteção territorial da FUNAI (Fundação Nacional do Índio).

Os índios, perto do Rio Xinane no Acre, estão perto da fronteira com o Peru, onde ativistas vêm denunciando, há muito tempo, a escala de extração ilegal de madeira em terras de índios isolados.

Relata-se que o grupo recentemente fotografado também enfrenta uma séria ameaça deuma estrada construída na área pelo governo do Acre –organizações indígenas da região disseram que isso poderia devastar os índios isolados do Rio Xinane. No passado, projetos de construção de estradas na Amazônia têm dizimado inúmeras tribos.

José Carlos dos Reis Meirelles, especialista que trabalha para proteger a terra destes índios isolados, alertou, ‘Caso [o avião] tenha dado rasante nas malocas, é quase certo que os índios irão embora, se mudarão para outro local. Mudar de aldeia, às pressas, gera um monte de problemas para estes povos … afora o medo e incompreensão do fato. Fico torcendo para que nada disso tenha acontecido’.

Nos últimos meses, vários grupos de índios isolados Mashco-Piro foram vistos ao longo das margens de um rio, no lado peruano da fronteira, o que indica que a destruição ilegal da floresta está forçando eles para fora de seu isolamento.

Índios isolados Mashco-Piro do Peru estão emergindo do isolamento, o que indica que madeireiros estão invadindo seu território© D. Cortijo/www.uncontactedtribes.org .

Semana passada, as autoridades brasileiras e peruanas assinaram um acordo para melhorar a coordenação transfronteiriça, em uma tentativa de salvaguardar o bem-estar dos muitos índios isolados que vivem na região de fronteira.

Em 2011, a Survival divulgou um filme com imagens aéreas extraordinárias de índios isolados na região.

Nixiwaka Yawanawá é um índio da Amazônia e trabalha com a Survival para lutar pelos direitos indígenas. Ele é da região onde a tribo foi fotografada recentemente. Ele disse hoje, ‘Eles são meus irmãos. É emocionante ver que eles estão vivendo da maneira que escolheram. O governo deve proteger seu território, caso contrário, eles poderiam ser destruídos e o governo seria responsável.’

O Diretor da Survival, Stephen Corry, disse hoje, ‘A única coisa que vai garantir a sobrevivência das tribos isoladas é a proteção de sua terra. Elas têm o direito de decidir se querem fazer contato com a sociedade exterior, ao invés de ser destruídas nas mãos de uma sociedade invasora. É vital que o Brasil e o Peru trabalhem juntos para proteger a terra de tribos isoladas. A história mostra que quando esses direitos não são respeitados, seguem doenças, morte e destruição.’

A Diretora de Pesquisa da Survival Fiona Watson, uma das principais especialistas do mundo no assunto de tribos isoladas da Amazônia, está disponível para entrevista.

Para mais informações e imagens, por favor entre em contato com Sarah Shenker (em inglês ou português) no telefone (+44) (0)20 7687 8735 ou por email ss@survivalinternational.org

Survival International
6 Charterhouse Buildings
London EC1M 7ET
United Kingdom

Há 50 anos do terror: Foi o golpe civil-militar de 1964 que deu inicio à implantação de ditaduras que constituiriam um círculo de terror como nunca a América Latina conhecera.


O golpe civil-militar de 1964 no Brasil deu inicio à implantação de ditaduras que constituiriam um círculo de terror como nunca a América Latina conhecera. Desde o final da Segunda Guerra Mundial, com o inicio da Guerra Fria, os Estados Unidos promoveram no continente a Doutrina de Segurança Nacional, sua ideologia da luta "contra a subversão" que desembocaria na instauração dessas regimes.

A Doutrina, elaborada pelo Departamento de Estado dos EUA e propagada pela Escola das Américas e por cursos ministrados diretamente por oficiais norte-americanos, propugnava a militarização dos Estados, que se tornariam Estados-maiores, conduzidos pela oficialidade das forças armadas latino-americanas, no combate a todas as forças que a Doutrina considerasse que colocavam em risco a "democracia" no continente.

A concepção totalitária da Doutrina se materializou, na época da ditadura civil-militar brasileira, no slogan: "Ame-o ou deixe-o", isto é, ou te identificas com o regime ou deves ir embora do país. É coerente com a concepção ideológica segundo a qual toda forma de conflito era um vírus externo, inoculado de fora para dentro no corpo nacional, para sabotar, subverter seu bom funcionamento.

Bem ao estilo das concepções positivistas importadas da biologia, segundo as quais o bom funcionamento da sociedade se assemelharia ao funcionamento de um corpo saudável fisicamente, em que cada célula funciona em função da totalidade. Qualquer parte do corpo que deixa de funcionar assim, representa uma doença, a introdução de um vírus externo, que tem que ser extirpado.

Os regimes militares do Cone Sul agiram dessa forma em relação a qualquer forma de expressão que lhes parecesse sabotar o bom funcionamento do corpo social. Era uma concepção totalmente intolerante em relação às diversidades, às divergências, aos conflitos sociais. A eliminação física dos opositores ou dos considerados opositores tinha essa origem, de "depuração democrática" de elementos considerados subversivos.

Quando se instaurou a primeira ditadura civil-militar, a brasileira, há 50 anos, se desenvolvia uma luta por modelos para um continente que via esgotar o impulso econômico das décadas anteriores. A Revolução Cubana radicalizou o horizonte de alternativas, ao colocar a possibilidade de ruptura da dominação norte-americana e do próprio capitalismo.

Os EUA tentaram forjar uma alternativa a Cuba com a chamada Aliança para o Progresso, que teve no governo do chileno democrata cristão Eduardo Frei seu exemplo mais importante, com a proposta de uma "revolução em liberdade". Sua reforma agrária fortaleceu os pequenos proprietários no campo, com objetivo de evitar vitórias dos novos movimentos guerrilheiros que se expandiam para a Venezuela, o Peru, a Guatemala, a Colômbia.

O golpe brasileiro seria modelar no sentido de que conseguiria derrotar de forma mais ou menos rápida a resistência armada. Inclusive porque foi um golpe prematuro, que pegou a um movimento popular brasileiro ainda em processo de constituição. Essa precocidade ajuda também a entender o motivo de seu sucesso econômico: pôde desfrutar ainda do final do longo ciclo expansivo do capitalismo no segundo pós-guerra, para canalizar grande quantidade de investimentos que permitiram a diversificação da dependência brasileira.

Mas o santo do chamado "milagre econômico" brasileiro foi a intervenção militar em todos os sindicatos e o arrocho salarial, os quais promoveram uma lua de mel entre o governo e as grandes empresas nacionais e estrangeiras, baseada na superexploração dos trabalhadores.

O sucesso da ditadura civil-militar no Brasil, com sua capacidade de impôr – baseada numa feroz repressão – a ordem e retomar a expansão econômica, fez dela referência para os outros regimes de terror que se implantariam em seguida na região. Foi o período mais terrível da historia desses países e de toda a história latino-americana. Tudo começou há 50 anos, com o golpe de primeiro de abril de 1964.

FONTE: http://www.cartamaior.com.br/

TARAUACÁ: SAULO JÁ ESTÁ EM RIO BRANCO


Saulo acompanhado dos profissionais de saúde
Uma boa notícia para a família do garoto Saulo Pessoa Oliveira, 24 anos, que há 8 anos sofre com distúrbios mentais e há vários anos perambulava pelas ruas pelas ruas de Tarauacá, visivelmente transtornado.

Acompanhado do irmão
Depois de alguns dias de mobilização dos Setores da Secretaria de Promoção Social do Município e da Direção do Hospital, TFD e profissionais de saúde, finalmente o jovem foi removido das ruas e encaminhado para Tratamento na Cidade de Rio Branco. 

Saulo embarcou Para Rio Branco na última sexta feira
Uma ação humanitária que sensibilizou à todos e à todas. Agora nossa torcida é pela sua recuperação.

VEREADORA JANAINA FURTADO

TARAUACÁ: MOVIMENTO VAI PEDIR A VOLTA DA COE NAS RUAS DE TARAUACÁ


Para um enfrentamento das causas da violência em nosso município, a participação de toda a sociedade Tarauacaense é fundamental; tanto cobrando soluções do Poder Público, como também se organizando através dos movimentos comunitários.

Aqui em Tarauacá os ladrões, assassinos, estupradores, etc.. Não só age quando tem a oportunidade facilitada, age também pelo valor que possa obter com o produto do crime. 

A mudança de alguns hábitos em Tarauacá foi radical,era uma cidade pacata, onde não existiam grades nas casas, hoje é a adoção de comportamentos preventivos, somadas a equipamentos de segurança que possam incluir de simples trancas reforçadas a sofisticados sistemas de monitoramento eletrônico de residências são recomendados pelos especialistas em segurança. 

A instalação de equipamentos deve levar em conta o patrimônio a ser protegido e, claro, a disponibilidade financeira. Tarauacá está precisando de um Grupo de Policiais mais combativos, empenhados na causa, bem renumerados, que enfrente esse criminosos aqui em Tarauacá, fazendo com que a tranquilidade volte a reinar novamente (não querendo dizer que a policia não está trabalhando).

Para começarmos, vamos se mobilizar para que o Grupo do COE volte as Ruas de Tarauacá e volte a realizar o serviço que era feito anterior mente, quando a COE estava nas Ruas, não se via tanto criminosos a vontade do jeito que está. 

Sociedade Tarauacaense, vamos se mobilizar, não vamos deixar a criminalidade vencer; o bem nunca pode perder para o mal.

Blog do Gilson Amorim

TARAUACÁ: JOVENS CRIAM ESCOLINHA DE FUTEBOL "BOM DE BOLA" PARA ATENDER CRIANÇAS E ADOLESCENTES DO MUNICÍPIO

Inscrições Abertas
Nesse último final de semana fui procurado por dos jovens em minha casa. Eles queriam conversar comigo e com a vereadora Janaina Furtado. O acerto foi feito por telefone e eles disseram que queriam nos mostrar "uma coisa". Imaginamos logo que seria algo relacionado à alguma denúncia ou coisa parecida que é muito comum as pessoas nos procurarem. Derrepente nos aparece dois jovens: Marcel (Policial Militar) e Alex (Agente Penitenciário). Para nossa boa surpresa queriam mesmo era nos apresentar um projeto que os mesmos haviam elaborado com o objetivo de criar uma escolinha de futebol para atender crianças e adolescentes da cidade de Tarauacá, na faixa etária de 8 a 11 e de 12 a 14 anos, de preferência, os mais pobres.

Marcel Catão e Aléx Marques
Marcel Catão Peres – Policial Militar é Bacharel em Administração pela Universidade do Tocantins (UNITINS) e Acadêmico do curso de Educação Física pela Universidade do Paraná (UNOPAR). Atleta da seleção Tarauacaense de Futebol.

Alex Marques Feitosa – Agente Penitenciário, acadêmico do último período do curso de Assistente Social pela Universidade do Paraná (UNOPAR) e jogador de futebol.
Vamos apoiar essa boa iniciativa
As atividades vão acontecer nas quadras das Escolas  São José, José Augusto, as inscrições para participação da criançada já estão abertas e as vagas são limitadas. Pediram nosso apoio e vamos apoiá-los para execução do projeto. Eles precisam da colaboração de toda a nossa comunidade.

CONTATOS: 99628578 - 99970822


AQUI A APRESENTAÇÃO DO PROJETO
Escolinha de Futsal Bom de Bola – Formando Campeões

APRESENTAÇÃO - “Já detectamos que em meio a uma sociedade competitiva, excludente e preconceituosa, o esporte e lazer, tanto para criança como para comunidade é de vital importância, dando-lhes subsídios para que esses possam por si mesmos transformar a sua realidade. Sabemos que hoje o esporte é o principal mecanismo de eficácia comprovada, como fator de crescimento humano, comportando vários benefícios, tanto para individualidade como para coletividade”

RESPONSÁVEIS: Marcel Catão Peres – Bacharel em Administração pela Universidade do Tocantins (UNITINS) e Acadêmico do curso de Educação Física pela Universidade do Paraná (UNOPAR); e Alex Marques Feitosa – Acadêmico cursando o último período do curso de Assistente Social pela Universidade do Paraná (UNOPAR). 

INTRODUÇÃO - Sendo inegável a identificação do brasileiro com a modalidade futebol, escolinhas para crianças e adolescentes que têm vontade de jogar e sonham em tornar-se um grande craque existem em grande número em todos os cantos do país. Embora uma boa parte delas preocupa-se em oferecer aos alunos atividades que desenvolvam tanto os aspectos motor e físico quanto o afetivo e social, uma maioria torna-se uma fábrica de mini craques, um trampolim que privilegia aqueles que se destacam pela melhor qualidade e facilidade com que apreendem as dinâmicas do esporte, relegando aqueles que possuem um outro ritmo de aprendizado ao estagnamento e desmotivação na continuidade de qualquer outro tipo de esporte ou atividade física. 
Autores importantes da área da Educação Física como João Batista Freire e Roberto Paes trazem às discussões a importância das atividades lúdicas em detrimento do uso de rotinas repetitivas para a melhoria dos fundamentos concernentes ao esporte. Os jogos e brincadeiras, ao contrário do que possa parecer, ao apresentarem um caráter mais livre e descompromissado, trabalham muitas capacidades importantes ao desenvolvimento físico, cognitivo, moral e afetivo sem que os alunos se sintam entediados, presos a um modelo fixo de atividade ou mesmo se dêem conta de que estão realizando uma atividade física. 
O resultado deste processo deve oferecer indivíduos que não são somente bons jogadores de futebol, mas sim cidadãos que possam estabelecer relações com outros seus iguais, saber refletir sobre o que é lícito ou não, entender como é estreito o caminho para aqueles que conseguem ter sucesso no esporte e, finalmente, adquirir o hábito saudável e necessário da atividade física. 

A proposta a ser apresentada neste projeto é focada no aluno e não no esporte. O aluno visto através de suas experiências prévias, suas dificuldades, suas facilidades, enfim, visto na sua individualidade e, como tal, diferente do restante do grupo e único a sua maneira. A intenção é usar o esporte como meio e não um fim em si mesmo para proporcionar aos alunos um arcabouço de experiências satisfatórias, sejam elas motoras, sociais ou cognitivas. 

JUSTIFICATIVA - O presente projeto pretende utilizar o esporte em sua modalidade, o futsal, como expressão de cultura e rendimento, seria uma maneira de oferecer atividades às crianças em horário que estas não estejam na escola, tornando-se uma alternativa viável de prática esportiva no seu tempo livre, contudo, enfatizando a inclusão social trazida como um fator de desenvolvimento e transformação humana, no caso das crianças, gerando mais saúde, mais equilíbrio, agregando valores e principalmente, um importante instrumento para capacitar pessoas a ingressarem construtivamente na sociedade. 

OBJETIVO GERAL - Desenvolver nos alunos habilidades concernentes ao futebol e, consequentemente, relacionadas à convivência diária em sociedade. 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS - Possibilitar aos alunos experiências relacionadas ao convívio social, trabalho em grupo, autonomia, respeito por regras, respeito para com seus iguais, respeito pelas diferenças e respeito consigo mesmo. 
Desenvolver habilidades motoras de forma lúdica e descompromissada, modificando os conceitos de repetição e modelos de execução. 
Auxiliar no desenvolvimento pleno de cada aluno, trazendo atividades que se relacionem com situações de aprendizado vividas no ambiente escolar. 
Promover a vivência do futebol através de uma visão contextualizada na realidade do esporte contemporâneo. 

TEMAS TRANSVERSAIS - Meio ambiente, Saúde, Sexualidade, Pluralidade, Drogas, Alcoolismo, Bullying e Pedofilia.

RECURSOS - O patrocínio da escolinha será acertado juntamente com os responsáveis pela mesma, que contribuirão com a aquisição do material pedagógico-desportivo, divulgação, humano, espaço físico, e também outros custos como materiais de escritório que serão custeados com a taxa de mensalidades paga pelos alunos no valor de $ 40,00 (quarenta) reais. 

MATERIAIS - Os materiais a serem utilizados para a aplicação das aulas integram duas categorias: organização e administração; pedagógico-desportivo. 

Organização e administração – Materiais utilizados para registro, manutenção e organização das rotinas administrativas na continuidade da escolinha como cartazes de divulgação, fichas de cadastro dos alunos, arquivo para fichas individualizadas, textos informativos a serem enviados aos responsáveis de cada aluno etc. à Papel, lápis, canetas, pranchetas, elásticos, caixa de arquivo, folhas sulfite, folhas de cartolina, réguas, tesouras. 

Pedagógico-desportivo – Materiais a serem utilizados nas aulas diárias e que auxiliem no desenvolvimento das atividades. à Bolas de futebol, bolas de borracha, cones, pratos, escadas motora, arcos, cordas, coletes padronizados, uniformes, além de materiais recicláveis que integrarão futura proposta de construção pelos alunos, que serão trazidos por eles próprios. 

FÍSICOS - As atividades da escolinha de futsal ocorrerão nas instalações da quadra poliesportiva da escola José Augusto de Araújo e Instituto São José, com espaço adequado para prática esportiva, obedecendo aos padrões de higiene e segurança, conforme relatório de inspeção aprovado pelo Corpo de Bombeiros. O espaço será usado mediante contrato de locação entre os responsáveis pela escolinha e a direção da escola. 

HUMANOS - A princípio, a escolinha contará com um Bacharel em Administração para gerir a escolinha no que lhe compete, um Acadêmico do curso de Assistência Social no último período de curso, um professor graduado em Educação Física para orientar, conduzir as aulas e cuidar de outros aspectos concernentes à atividade, um Acadêmico do curso de Educação Física, entres outros Atletas amadores e profissionais, todos capacitados (conhecimentos técnicos), para condução deste trabalho. Futuramente, a expansão de atendimento prevê o auxílio de um estagiário nas aulas e demais necessidades, bem como conta com a colaboração dos familiares dos alunos. 

PARTICIPAÇÃO - A participação dos alunos estará condicionada a: 

Encontrar-se dentro da faixa etária dos 8 aos 14 anos;
Preenchimento de ficha de inscrição, onde constará autorização dos pais e dados cadastrais do aluno; 
Atestado médico de aptidão física para prática do FUTSAL , com renovação semestral; 
Comprovante de matrícula e frequência escolar em torno de 80%;
Comparecer às aulas trajados adequadamente (coletes, bermuda/shorts, tênis/chuteira e meia esportiva). Será permitido o uso de agasalho em dias de frio, desde que confeccionado em tecido maleável que não interfira na execução das atividades. Será vedado o uso de jeans, sandálias, chinelos, colares, pulseiras, brincos e o não uso de camiseta durante as aulas; e 
Estar em dia com a taxa de manutenção mensal; 
Durante e no início das atividades, serão realizadas reuniões com os pais dos alunos para apresentação do projeto e objetivos da escolinha, buscando esclarecer dúvidas e contar com o apoio destes na condução das atividades. Da mesma forma, espera-se obter uma frequência regular dos alunos às aulas da escolinha de futsal, salvo motivo de força maior (viagem, doença, trabalhos escolares etc). 

METODOLOGIA - As atividades serão compostas de momentos de aulas práticas e também de exposição de elementos relacionados ao futebol utilizando outros meios (desenhos, esquemas, rodas de conversa e pesquisas feitas pelos alunos). Cada aula terá duração entre uma hora e uma hora e trinta minutos. A ocorrência das atividades irá proporcionar três aulas semanais, em dias alternados. A princípio, o número de alunos atendidos estará condicionado à permissão de uso do espaço físico e consequente frequência das aulas. 

A partir do momento em que tome parte nas atividades da escolinha, o aluno estará sujeito às regras de convivência definidas no documento de Regulamento Interno, apresentado aos alunos e assinado pelos responsáveis.
Todas as atividades práticas iniciarão com alongamento e aquecimento direcionados pelo professor, seguidos pela explanação das práticas a serem realizadas naquele dia e aplicação destas no grupo de alunos. Após o término das atividades, sempre ocorrerá uma discussão entre aquilo que foi proposto, o que ocorreu, por que ocorreu e quais mudanças/alterações poderiam melhorar a atividade. 
Eventualmente, poderão ser agendadas partidas amistosas com equipes de outras escolinhas de futebol, entidades promotoras do esporte e torneios/campeonatos inter-bairros. Caso algum destes jogos ocorra fora das dependências da escolinha, serão enviadas autorizações de saída dos alunos a serem assinadas pelos responsáveis e também requisitada uma pequena ajuda de custo para custear transporte e lanche. 

CRONOGRAMA - O início das atividades acontecerá após definição de aspectos quanto a (utilização do espaço físico pretendido, divulgação do projeto, inscrição dos alunos, reunião com os pais). A partir da aprovação e abertura da escolinha, as atividades ocorrerão nos dias e horários acertados, exceto feriados e outras ocasiões a serem comunicadas com antecedência pelo professor através de informativos aos pais e alunos. Durante as férias escolares do mês de julho e dezembro, as atividades serão interrompidas durante duas semanas para reorganização de cadastro e planejamento das atividades do segundo semestre.

domingo, 30 de março de 2014

HOJE É O NIVER DO JAMISSOM NERI

Jamissom Neri
"Hoje, 30 de março, me curvo ao inevitável. O meu segundo 20 anos deram as caras. São 40 anos de caminhada e de história. Olho para frente e vejo o tempo que me resta surgir no horizonte, que de lá, me pergunta: Vamos? E eu respondo: Vamos, claro! Mas vamos sem estardalhaços, sem pressa. Se é pra me levar, me leve aos poucos, porque me tirar daqui, repentinamente, me privará de despedidas, e deixar esta vida, sem dar tchau, no mínimo...é falta de consideração com todos.
Achei que chegaria aos 40 anos com alguns cabelos brancos. Achei que sentiria o peso dos anos sobre mim e que tudo à minha volta estaria mudado. Achei que eu estaria envelhecido. Me enganei! Continuo com muitas dúvidas e poucas certezas, porém com a sabedoria que o tempo forjou sobre mim. Continuo com o mesmo cabelo claro, nada branco apareceu.
Agradeço a Deus por ter me guardado até o presente momento e peço que continue me guardando até o fim dos meus dias. Não sei quanto tempo ainda tenho pela frente, mas até agora posso dizer que valeu a pena chegar até aqui.
Confesso de uns dias para cá tenho pensado muito sobre o que fiz, as minhas escolhas e atitudes diante da vida. Sei que errei muito, mas tive alguns acertos. A vida é cheia de surpresas. Algumas agradáveis, outras nem tanto.
Em quatro décadas aprendi que não posso viver sem Deus, sem fé e esperança. Aprendi que é preciso haver carinho, respeito, companheirismo, amizade, atenção, zelo e a gentileza de ouvir o que o outro nos diz, procurando sempre fazer o melhor, para que qualquer relacionamento der certo. 
Ainda quero aprender muito e ensinar outro tanto. Talvez eu chegue aos 50 achando graça de mim mesmo. Achando graça de quando eu tinha 40. Eu não quero chegar ao fim da vida e descobrir que vivi toda a sua extensão. Quero ter vivido também a sua largura! Parabéns para mim" 

Por Jamissom Neri

TARAUACÁ: GOVERNADOR ENTREGA CASAS POPULARES E ANUNCIA MAIS INVESTIMENTOS NA COMUNIDADE DO GREGÓRIO

Entrega das chaves das casas populares da Vila São Vicente - foto/Jardy Lopes
Na Floresta Pública do Gregório, o Governador Tião Viana, Secretário Edvaldo Magalhães e o prefeito de Tarauacá Rodrigo Damasceno, entregaram neste final de semana, casas populares que formarão o conjunto Habitacional da Vila São Vicente. Uma festa no último sábado, 29 de março, na Comunidade do Gregório. Casas construídas no meio da floresta de forma digna ao custo de R$ 30.400,00 e os seus proprietários terão que devolver à Caixa Econômica Federal apenas r$ 1.200,00, após 2 anos, EM 4 parcelas de R$ 300,00.

Entrada da Vila São Vicente
Esse é um dos melhores programas de inclusão do Governo Dilma, que o Governo do Acre tomou para si e, em parceria, procurou agilizar todo o processo. A SEDENS (Secretaria de Desenvolvimento Florestal) esteve na Linha de frente. 

Governador Tião Viana
"Todo esse trabalho é fruto de uma relação de confiança, de amor, de gratidão  do governo com o povo e de certeza com o futuro dessa região, disse o o Governador Tião Viana. O governador anunciou que mais casas serão construídas com toda a infra estrutura de um conjunto habitacional como acesso, água e energia elétrica e outros serviços públicos. 

Casas Populares no Gegório
Um lugarzinho feio, de gente que sonhava bonito, transformou-se numa paisagem bonita, de gente feliz. É assim que podemos resumir o grande acontecimento realizado hoje pelo governo do estado em parceria com a prefeitura de Tarauacá para entrega a comunidade das casas que irão formar o conjunto Habitacional da Vila São Vicente. 

Vice Prefeito chagas Batista
"São muitas conquistas alcançadas pela população. Pavimentação da BR, energia, fomentação da atividade produtiva, esporte e cultura, educação, saúde, regularização fundiária e moradia para todos. Ao todo, serão 500 moradia que serão construídas este ano na floresta estadual", escreveu o  vice Prefeito de Tarauacá, Chagas Batista em sua página no Facebook. 

Aparecida - Presidente da Associação da Comunidade - Foto/Jardy Lopes
Agradecimento - Falando em nome dos moradores da floresta a presidente da associação da Vila São Vicente, Aparecida, disse: "Queremos agradecer O governador do estado, a Prefeitura de Tarauacá por nos ajudar a realizar o nosso sonho de ter moradia e uma Vila na floresta, para que possamos viver com amor, harmonia e prosperidade".

Secretário Edvaldo Magalhães
Sonho - "O Povo que embalou o sonho e hoje se transformou em realidade graças a união da presidenta Dilma e Governador Tião Viana, que têm uma sensibilidade tamanha pelo povo da floresta. É preciso ter prioridade social e por isso a vida do povo tem melhorado no Acre e no Brasil. Viva a Floresta do Gregório e bem-vindos a vila São Vicente, falou o secretario de estado Edvaldo Magalhães. 

Povo tinha dúvidas
Dúvidas - Até os beneficiados chegam a duvidar do benefício do governo. Porque receber uma casa na floresta no valor de 30,5 mil e só ter que pagar o banco 1,2 mil era algo inimaginável antes. 


TARAUACÁ: POLICIA MILITAR PRENDE DUPLA QUE ASSALTAVA COM ARMA DE FOGO E AINDA TORTURAVA SUAS VÍTIMAS


No final da tarde da última sexta feira, 28 de março, policiais militares foram acionados para atender uma ocorrência de possível assalto com requintes de violência, havia acontecido em uma das residências da comunidade. Um crime que já é muito comum aqui em nossa cidade e a polícia já suspeitava que iria acontecer de novo. Dois homens armados de escopeta e terçado acabavam de aterrorizar uma família. Além de assaltar a família eles ainda amarraram e torturaram um morador, desferindo-lhes vários cortes de faca, onde o mesmo teve que ser socorrido pelo serviço de emergência da Secretaria de Saúde. Quando os policiais se aproximaram os assaltantes se evadiram adentrando na mata deixando uma mochila  com a escopeta usada no assalto.

Escopeta usada nos assaltos
Homens da COE - 7º BPM, passaram a noite de sexta feira procurando os assaltantes e no sábado por volta das 10h, no bairro da Praia, conseguiram prender Sebastião Pereira Nascimento (Carlito) e J.V.S.K. Carlito tem várias passagens pela polícia, é ex-presidiário e estava no regime semi-aberto. 

Essa mesma dupla já vinha realizando assaltos à mão armada. Recentemente, assaltaram a fazenda do Senhor João Mota, levando armas e deixando o caseiro Francisco Lopes de 44 anos, amarrado. Usando os mesmos procedimentos foram até a residência da Senhora Elza, afastada alguns quilômetros da sede do Bairro Corcovado e cometeram o mesmo crime. A vítima encaminhada ao hospital e os assaltantes à delegacia de Polícia Civil, entregue ao delegado de plantão.

Deputados aprovam PCCR dos servidores do TCE


Os deputados aprovaram na quinta-feira a nova lei do Plano de Cargo, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A regra prevê um reajuste de 25% nos salários, além de apresentar avanços para a carreira.

O presidente do TCE, o conselheiro Valmir Gomes Ribeiro, afirmou que os trabalhadores tiveram o merecido reconhecimento. Ele ainda agradeceu o empenho dos deputados na análise da matéria.

“Nosso Tribunal cresceu em número de servidores e todos estão sendo valorizados com o novo PCCR”, disse o presidente.

Na regra aprovada pelos deputados, houve a ampliação do total de faixas de vencimentos, a progressão deixou de ser a cada três anos para ser aplicada a cada dois anos, cada mudança representará um aumento de 6,5%, além da garantia do auxílio alimentação.

A criação do PCCR foi fruto de debate entre a entidade que defende os trabalhadores e os conselheiros do TCE, que em diversas reuniões começaram a definir as propostas que deveriam ser encaminhadas a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

(assessoria)

Alerta: mensagens eletrônicas (e-mails) falsas em nome do Escritório Altemir Serviços Contábeis.


Mensagens falsas, enviadas em nome do Escritório Altemir Serviços contábeis, continuam a circular na Internet. Quadrilhas especializadas em crimes pela internet tentam obter ilegalmente informações fiscais, cadastrais e principalmente financeiras dos contribuintes. Estas mensagens cada dia mais criativas e sempre invocando “urgência” iludem o cidadão com a apresentação de telas que misturam instruções verdadeiras e FALSAS.

Veja como proceder perante estas mensagens:

1. não abrir arquivos anexados, pois normalmente são programas executáveis que podem causar danos ao computador ou capturar informações confidenciais do usuário;

2. não acionar os links para endereços da Internet, mesmo que lá esteja escrito o nome do Escritório Altemir Serviços Contábeis, ou mensagens como "clique aqui", e

3. excluir imediatamente a mensagem. 

Altemir Neri (68) 9986-3914

sábado, 29 de março de 2014

ELEIÇÕES 2014: Candidatos devem ficar atentos aos prazos de desincompatibilização

Aqueles que pretendem se lançar candidatos a presidente da República, vice-presidente, governador, vice-governador, senador e deputado federal, estadual ou distrital nas Eleições Gerais 2014 precisam estar atentos aos prazos de desincompatibilização para disputar o pleito. Caso contrário, serão considerados inelegíveis, de acordo com a Lei Complementar nº 64/1990 (Lei de Inelegibilidades).

Seis meses antes

Os magistrados, defensores públicos, secretários estaduais, ministros de Estado e militares, em geral, que pretendem concorrer em outubro deste ano devem sair de suas funções seis meses antes das eleições, ou seja, até o dia 5 de abril.

Esse mesmo prazo é válido para membros do Tribunal de Contas da União, dos Estados e do Distrito Federal, de empresas públicas (presidente, diretor, superintendente, dirigente) e entidades mantidas pelo poder público (dirigente, administrador, representante), além de dirigentes de fundações públicas em geral.

Quatro meses antes

Em 5 de junho, quatro meses antes das eleições gerais, deverão deixar seus postos dirigentes, administradores ou representantes de entidades de classe, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e dirigentes sindicais.

Três meses antes

Em 5 de julho, quem deve se afastar dos respectivos cargos são os servidores públicos em geral, estatutários ou não, dos órgãos da administração direta ou indireta da União, Estados, Distrito Federal e municípios.

Servidores da Justiça Eleitoral não podem ser filiados a partidos políticos e por essa razão precisam se afastar do cargo um ano antes do pleito para, assim, poderem se filiar, mas se quiserem concorrer a algum mandato não poderão voltar aos seus cargos efetivos.

Os parlamentares que querem concorrer à reeleição ou a outro cargo não precisam sair do Congresso Nacional e nem das assembleias legislativas, bem como o presidente da República.

Já o governador que pleiteia cargos de deputado federal, estadual ou distrital, senador e presidente do país deve deixar a atual função seis meses antes da eleição, ou seja, até 5 de abril, exceto se for disputar a reeleição. O vice-governador e o vice-presidente que não substituíram o respectivo titular nos seis meses anteriores ao pleito e nem o sucederam, não precisam sair do cargo para participar das eleições deste ano.

Consulta pela internet

No portal do TSE ou do TRE-AC está disponível a ferramenta por meio do qual é possível consultar os prazos mínimos de afastamento de determinados cargos públicos, que devem ser respeitados por quem pretende concorrer às eleições de outubro.

As informações estão disponíveis aos candidatos, partidos políticos, população, meios de comunicação e por aqueles que buscam a homologação de suas candidaturas nas convenções partidárias, que devem ser realizadas no período de 10 a 30 de junho.

Assessoria 

Polícia Federal terá concurso com 600 vagas para agente; salário deve chegar a R$ 7.514,33

Boa notícia para quem está de olho em uma oportunidade na Polícia Federal.Portariapublicada ontem (27) pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão autorizou a realização de concurso público para o cargo de agente do quadro de pessoal do Departamento de Polícia Federal (DPF).

A previsão é de que sejam 600 oportunidades e o cargo exige nível superior em qualquer área de formação. O edital do concurso, que é sempre muito disputado, deve sair em até 6 meses a partir de agora. Ou seja, no máximo até setembro deste ano, os concurseiros vão conferir a publicação.

O último concurso para agente da PF foi em 2012 e o salário oferecido era de R$ 7.514,33. Na ocasião, havia 500 oportunidades e a banca organizadora do certame foi o CESPE/UNB.

O número de inscritos para participar deste último concurso foi de 107.799, o que resultou em mais de 215 pessoas disputando cada uma das vagas oferecidas.

Exame.Com 

Edvaldo Magalhães: “60% do frango consumido no mercado interno é produzido no Acre.”

Edvaldo Magalhães
Em entrevista no Juruá Notícias, o Secretário de Indústria e Comércio, Edvaldo Magalhães rejeitou o rótulo de que o Acre “não produz nada” e forneceu números sobre a produção do estado.

“Não é verdade que o estado não produz nada. Basta passar nos mercados para ver a nossa produção.

O estado não é autossuficiente na sua produção. Assim como São Paulo também não é. Se forem fechar as vias de acesso a São Paulo, o estado também terá dificuldade.

É engraçado que muita gente que se diz hoje liberal, que defende o livre-mercado e a economia globalizada, quando chega num momento de crise, esquece este princípio.

O mundo está interligado, as economias estão interligados. Às vezes produzir arroz em grande extensão mecanizado em Roraima, fica mais barato comprar de lá, do que de pequenos roçados.

Mas produzir frango em Brasiléia em uma área de livre comércio e abastecendo 60% do mercado interno do consumo do frango, fica mais competitivo do que trazer das grandes rede de Mato Grosso, porque alguns insumos tem incentivos em área de livre comércio.

Ninguém falou nada, mas os 12 mil frangos que são abatidos diariamente não deixaram de ser abatidos um único dia por falta de ração. Isso porque aumentou a produção de milho na região alto acre. Nossos frigoríficos produzem sebo e farinha de carne e apenas 8% dos insumos que compõe a ração são importados (farelo de soja).

É o exemplo de uma cadeia produtiva que está crescendo, bem como a de suínos também.

Muitas vezes quem está falando isso, são os pecuaristas. Nosso gado é competitivo, e está sofrendo o isolamento pelo efeito inverso, está deixando de exportar.

Os frigoríficos que exportam hoje no Acre abatem mil e 200 cabeças de gado/dia. Estão há dez dias sem abater porque estão com suas câmaras frias lotadas. É um prejuízo estimado em dois milhões de reais por dia. A carne produzida no Acre é consumida nos melhores restaurantes do Rio de Janeiro e São Paulo.

Temos que apostar nas nossas vocações. Produzimos muito e vamos produzir ainda mais. Eu tenho certeza que seremos um dos maiores produtores de peixe por que estamos investindo em três tecnologias importantes: temos um centro de alevinagem, vamos em breve ter uma fábrica de ração e em teremos também um frigorífico, mas isso porque temos água, por que é uma vocação.

Agora não dá para queremos produzir por exemplo alho, batata ou trigo, porque a nossa natureza não permite. Mas podemos aumentar a produção de frango, ovos, suínos e peixes além de muitos hortifrutigranjeiros e estamos trabalhando para isso. “

fonte: http://www.juruaonline.com.br/

TARAUACÁ: ESCOLA PLÁCIDO DE CASTRO COMEMORA 58 ANOS DE FUNDAÇÃO

Escola Plácido de Castro
A Comunidade da Escola Plácido de Castro está em festa, pois comemorou 58 anos de fundação em Tarauacá, cuja missão é oferecer um ensino de qualidade, visando o respeito ao indivíduo, a inovação, a solidariedade e a construção do exercício da cidadania, mediante aprendizagens significativas que garantam o sucesso escolar do aluno.

A escola foi Instalada em Tarauacá em 27 de março de 1956, através do Decreto n° 44 de 23 de março de 1953 com a denominação " Curso Normal Regional, sob a direção da professora ISABEL MONTEIRO MEDEIROS, funcionando em prédio provisório na escola João Ribeiro. Em 1974, passou a chamar-se Esc. de Ensino Fundamental Plácido de Castro em homenagem ao herói desbravador de nosso estado Cel. José Plácido de Castro, funcionando em prédio próprio. Atualmente a escola atende uma clientela do Ensino Regular, do Programa de Aceleração da Aprendizagem de 5ª à 8ª série- Poronga e EJA I e II- Educação de Jovens e Adultos.

Em sua filosofia a escola tem como objetivo formar o aluno integralmente para a vida em sociedade em busca do bem, da fraternidade e da paz mundial sem distinção de cor, raça, religião e situação sócio-econômico.

"Tenha em mente que tudo que você aprende na escola é trabalho de muitas gerações. Receba essa herança, honre-a, acrescente a ela e, um dia, fielmente, deposite-a nas mãos de seus filhos".